quarta-feira, 1 de julho de 2015

SÍRIA: ATAQUES DO GOVERNO DEIXAM 28 MORTOS! EXÉRCITO DO ISLÃ MATAM 18 DO ESTADO ISLÂMICO! VEJA O VÍDEO!

Ao menos 28 pessoas morreram nas últimas 24hrs em ataques de barris de explosivos da aviação do regime sírio. O número de feridos chegam a 50. Os números devem aumentar. Enquanto isto, o grupo Exército do Islã, ligado aos rebeldes sírios, executaram 18 supostos membros do Estado Islâmico em um vídeo divulgado na internet. O Exército do Islã acusam o EI de serem agentes dos serviços secretos ocidentais

Ataques aéreos do regime na Síria deixam 28 mortos
Ao menos 28 pessoas morreram nesta terça-feira em ataques da aviação do regime sírio, que lançou barris de explosivos em uma cidade na província de Idleb e nos subúrbios de Damasco, informou uma ONG síria.

Ao menos 18 pessoas foram mortas em ataques em Ehsim, uma pequena cidade na província de Idleb (noroeste), de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), que afirmou que o número de vítimas pode aumentar.

Segundo ativistas da Comissão Geral da Revolução Síria (CGRS), os ataques tiveram como alvo um mercado.

A maioria da província de Idleb é controlada pelos rebeldes.

Em Duma, na província de Damasco, pelo menos dez pessoas, incluindo duas crianças, foram mortas, e 50 ficaram feridas em ataques semelhantes, segundo a ONG.

Esta cidade rebelde é frequentemente alvo de ataques do regime. Mais de 230 mil pessoas morreram na Síria desde o início do conflito há mais de quatro anos, de acordo com OSDH.

FONTE:

Grupo sírio expõe vídeo com assassinato de 18 membros do EI
O rebelde Exército do Islã publicou nesta quarta-feira um vídeo na internet com imagens do assassinato de 18 supostos membros da organização terrorista Estado Islâmico (EI) pelas mãos de seus combatentes.

A gravação, de quase 20 minutos de duração e cuja autenticidade não pôde ser verificada, lembra os vídeos do EI pela estética e o discurso usados.

Os milicianos do Exército do Islã aparecem em um local ao ar livre, vestidos com macacões laranjas - os mesmos trajes usados pelas vítimas do EI- escoltando seus prisioneiros, que estão de preto e encapuzados e têm as mãos e os pés acorrentados.

No ato seguinte, os militantes do EI são obrigados a se ajoelhar e descobrir o rosto.

Um porta-voz do Exército do Islã acusa a organização de Abu Bakr al Bagdadi de ter derramado sangue de outros muçulmanos e de apoiar "o inimigo xiita e o regime" de Bashar al Assad, e faz uma chamada a outros integrantes do EI para que se arrependam.

Depois, os combatentes do EI, que são identificados por seus nomes e cargos no grupo, são assassinados com disparos na cabeça.

Antes dessas cenas, o Exército do Islã mostra no vídeo supostas confissões de milicianos da organização rival nas quais reconhecem que colaboram com as autoridades sírias.

O filme também mostra o resultado de atentados cometidos pelo EI neste país.

O Exército do Islã, dirigido por Zahran Alloush, nega, além disso, que o EI tenha tomado Ghouta Oriental, o principal reduto da oposição nos arredores de Damasco.

Além disso, tenta resistir ao discurso ideológico do EI com declarações de clérigos que afirmam que "a verdadeira fé islâmica não tem nada a ver" com esta organização, cujos líderes, assegura o Exército do Islã, são agentes dos serviços secretos ocidentais.

Na segunda-feira completou um ano do califado proclamado pelo EI na Síria e Iraque, onde a organização tomou amplas partes do território.

FONTE:

VEJA O VÍDEO:

video

2 comentários:

  1. Parada ta tensa lá em, tem é tudo que se foder matar por um deus que não existe, fala sério.

    ResponderExcluir
  2. Que loco!! Agora a disputa é pra quem tem a melhor edição de vídeo huehuehuheuehue

    ResponderExcluir

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...