sábado, 19 de julho de 2014

GUERRAS ISRAEL X GAZA; CIVIL SÍRIA E IRAQUE - ATUALIZAÇÕES AO VIVO


Principais notícias do Oriente Médio no Blog Sempre Guerra!


EXAME - Conflitos por campo de gás sírio deixam ao menos 361 mortos
Pelo menos 361 pessoas morreram nos dois últimos dias em choques entre as forças do regime de Damasco e jihadistas pelo controle do campo de gás de Sha'er, na província central de Homs, apontou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.
Durante esta sexta-feira pelo menos 51 soldados governamentais e 40 membros do grupo Estado Islâmico (EI) perderam a vida no ataque dos partidários do regime à jazida de gás, que foi tomada na quinta-feira pelos extremistas.
Após o ataque, o regime conseguiu recuperar partes do campo, situado no leste de Homs.
Além disso, segundo as últimas informações que dispõe, a ONG elevou a 270 os falecidos anteontem durante a invasão do EI no campo. Todas essas vítimas são uniformizados, guardas da jazida ou integrantes das Forças de Defesa Nacional - milícias pró-governo.
Além disso, pelo menos 90 seguidores do regime estão em paradeiro desconhecido. O EI tomou o controle de boa parte dos campos de petróleo e gás no norte da Síria.

BRASIL POST - Conflito no Iraque matou 5.500 civis neste ano, diz ONU
Os conflitos recentes no Iraque já deixaram 5.500 mortos neste ano, segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado nesta sexta-feira. O documento trata do problema humanitário desencadeado pela ofensiva dos militantes sunitas no país.
Segundo a ONU, pelo menos 5.576 civis foram mortos nos últimos seis meses e outros 11.665 ficaram feridos até junho. Outros 1,2 milhão de pessoas foram expulsas de casa devido à violência da região.
Os dados mostram um aumento do conflito em relação a 2013. No ano passado, que já foi um dos mais violentos do Iraque, 7.800 civis morreram em 12 meses.

EXAME - Jihadistas atacam base aérea e ameaçam cristãos no Iraque
Os insurgentes iraquianos lançaram um ataque contra uma base aérea perto da antiga fortaleza de Saddam Hussein, no norte do Iraque, informaram fontes do Exército, que tenta impedir o avanço dos insurgentes sunitas.
Os rebeldes sunitas também deram um ultimato para que os cristãos da cidade de Mossul deixem suas casas.

00:19 - Refinaria de Baiji, horas atrás, estava em chamas
00:16 - Situação do Iraque com os acontecimentos de hoje:
EL PAÍS - Netanyahu dá ordens para o Exército ampliar a ofensiva contra a Faixa de Gaza
A primeira noite da ofensiva terrestre israelense sobre a Faixa de Gaza provocou pelo menos 20 mortes de palestinos e uma baixa no Exército de Israel, que investiga se o soldado morto teria ou não sido vítima do chamado "fogo amigo". Na manhã desta sexta-feira, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, deu ordens para que se intensifique a incursão. "Dei instruções para que estejam prontos para ampliar significativamente a operação por terra, e, em consequência, o Exército está respondendo", declarou o líder após uma reunião de seu Gabinete de segurança.

Desde que começaram as hostilidades, há 11 dias, o número de palestinos mortos já chega perto de 260. Soldados israelenses entraram na Faixa de Gaza pelo norte e pelo leste, pelas cidades de Beit Lahia e Beit Hanoun, por volta da meia-noite. Segundo várias testemunhas, eles penetraram apenas cerca de 100 metros em território palestino. Os habitantes palestinos da área contam que Israel avançou lentamente, com a mesma cautela que notaram em 2012. Primeiramente, arrasam a região com aviões e artilharia e, em seguida atiram com seus tanques. Assim livram o local de minas e de uma possível resistência, antes de avançar com os tanques, seguidos pela infantaria. As fontes afirmam que encontraram resistência em Beit Lahia, o que não foi confirmado. Em Khan Yunis, ao sul da cidade de Gaza, os soldados avançaram cerca de 200 metros.

O Exército de Israel abriu fogo contra 103 alvos no território palestino, informou a entidade nesta sexta-feira. A força afirma ter "neutralizado" 14 milicianos, segundo a terminologia utilizada em uma nota oficial. "Todos eles eram alvos legítimos", afirmou um dos porta-vozes militares, o capitão Roni Kaplan, justificando que os militantes teriam disparado antes contra os soldados. Um de seus homens morreu na troca de tiros, tornando-se a segunda vítima fatal israelense desde o início da operação Limite Protetor.

Nesta primeira noite de ofensiva terrestre, Israel também destruiu 20 lançadores de foguetes escondidos e nove túneis, justamente um dos objetivos que Netanyahu apontou ontem como prioritários nesta nova fase da operação. Kaplan descreveu a entrada por terra como "moderada". "Continuaremos avançando sobre Gaza, nos aprofundando mais e prejudicando mais o Hamas", disse outra fonte militar ao jornal Yedioth Ahronoth. Desde as 22h da quinta-feira (16h em Brasília), foram contabilizados 50 foguetes lançados desde Gaza contra o território israelense, principalmente em direção ao centro do país, o que fez com que as sirenes despertassem, mas sem causar danos significativos.

A ofensiva terrestre de Israel contra a Faixa de Gaza pode ser uma oportunidade para o Hamas em vez de uma má notícia, porque o grupo militante palestino pode recuperar o protagonismo político e regional que havia perdido.
Os bombardeios israelenses contra Gaza e as imagens de desolação e morte entre a população civil deste território fizeram crescer a solidariedade árabe com o Hamas.
Agora, a ofensiva terrestre cria uma oportunidade de o Hamas mostrar-se como a única facção árabe que combate de fato Israel, uma imagem que sempre teve um grande valor emocional na região, das ruas do Egito até as de Teerã.

2 comentários:

  1. Os primeiros soldados israelenses começaram a morrer...

    http://agenciainformativakaliyuga.blogspot.com.br/2014/07/palestina-hamas-rechaza-primera.html

    ResponderExcluir
  2. Quando isso vai acabar? Poxa é triste

    ResponderExcluir

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...