terça-feira, 29 de julho de 2014

GUERRA ISRAEL X GAZA - 20º DIA - VÍDEO AO VIVO!

Atualizações do 20º da Guerra Israel x Gaza

Acompanhe com transmissão ao vivo, a guerra entre Israel e Gaza!


00:47 - Forças israelenses atingiram 150 alvos em toda a Faixa de Gaza na última noite.
00:39 - Número de mortos em Gaza sobe para 1.100 e 6.550 feridos.
00:36 - Mais 5 soldados israelenses morreram nesta segunda, em confronto direto com o Hamas
00:34 - FONTE: EURONEWS - Israel retoma ofensiva em Gaza e perde mais cinco militares

00:25 - Porto de Gaza neste momento

29/07 - 00:19 - Está amanhecendo em Gaza, após uma noite sem precedentes de ataques israelenses, as cenas de destruição começam a aparecer.
18:34 - Gaza neste momento, após mais de 50 foguetes serem lançados contra Israel hoje.

18:32 - Intensos ataques israelenses a Gaza neste momento. Agora são meia-noite e trinta e dois minutos! 

18:28 - 51 foguetes e morteiros disparados contra Israel hoje, 40 foguetes e morteiros explodiram em Israel, Iron Dome interceptou seis foguetes.
17:22 - IDF confirma 9 mortes de israelenses hoje, 5 em gaza e 4 por morteiros do Hamas. Total de 48 soldados mortos e 3 civis.

17:13 - Israel Defense Forces (IDF) pedem para os jornalistas ficarem nos hotéis em Gaza nesta noite e para moradores do norte de Gaza evacuarem suas casas imediatamente.

Deve vir mais um intenso ataque a Gaza nas próximas horas!
FONTE: ÉPOCA - Organizações pedem que Brasil rompa relações com Israel
Um manifesto com mais de 80 assinaturas de organizações da sociedade civil e de ativistas políticos pede ao governo brasileiro medidas mais enérgicas em relação à Israel como forma de sanção pelos ataques à Faixa de Gaza.
O documento, protocolado no escritório da Presidência da República em São Paulo no dia 25, é encabeçado pelo movimento Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) e pede o rompimento imediato das relações militares, comerciais e diplomáticas com Israel.
As entidades cobram também o fim do Acordo de Livre Comércio do Mercosul com o país e de contratos com empresas israelenses.

FONTE: TERRA - Militantes palestinos entram em Israel em meio a 'trégua'
Combatentes palestinos vindos da Faixa de Gaza se infiltraram em um vilarejo israelense e travaram uma batalha com soldados nesta segunda-feira enquanto desmoronava uma trégua durante o feriado muçulmano do Eid al-Fitr.
Segundo a televisão israelense, o confronto resultou na morte de cinco militantes, mas o movimento islâmico Hamas diz ter causado a morte de 10 soldados de Israel. O conflito parece ter arruinado as esperanças internacionais de tornar uma breve trégua em um cessar-fogo duradouro.
Depois da infiltração em Nahal Oz, numa vila formada por um kibutz, a leste da Cidade de Gaza, o Exército israelense emitiu um alerta para que milhares de palestinos abandonem suas casas no entorno da Cidade de Gaza. Esse tipo de aviso normalmente precede ataques retaliatórios.

FONTE: VEJA - Novos bombardeios matam civis em Gaza e em Israel
Horas depois do pedido do Conselho de Segurança da ONU por um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza, novas mortes de civis foram registradas tanto do lado palestino quanto do lado israelense do conflito. Em Gaza, dez pessoas morreram – entre elas várias crianças – quando um campo de refugiados foi atingido por um míssil. Na comunidade de Eshkol, no sul de Israel, um morteiro do Hamas provocou a morte de quatro civis israelenses – feito comemorado pelos militantes do grupo palestino.

FONTE: EM - Escalada da violência na Faixa de Gaza e no sul de Israel
A Faixa de Gaza e o sul de Israel registravam uma dramática escalada da violência na noite desta segunda-feira depois da morte de crianças palestinas e de soldados de Israel, aniquilando qualquer esperança de trégua rápida, no primeiro dia da festa pelo fim do Ramadã.
"Em nome da Humanidade, a violência deve parar", pediu o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, enquanto os principais líderes ocidentais, incluindo Barack Obama, afirmaram seu compromisso de aumentar a pressão por um cessar-fogo neste conflito que começou no dia 8 de julho.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira (28) que seu país deve se preparar para um conflito prolongado na Faixa de Gaza, encerrando qualquer esperança de um fim rápido para os combates que já deixaram mais de 1 mil palestinos mortos.
Em um discurso transmitido pela televisão, Netanyahu afirmou que qualquer solução para a crise exige a desmilitarização do território palestino, que é controlado pelo grupo islâmico Hamas e seus aliados militantes.

Um comentário:

  1. SINAIS DA VOLTA DE JESUS CRISTO AINDA NÃO ÉO FIM É PRECISO ORAR POR ELES

    ResponderExcluir

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...