quarta-feira, 23 de julho de 2014

GUERRA ISRAEL X GAZA - 16º DIA - ATUALIZAÇÕES DO DIA

Guerra Israel x Gaza chega ao 16º Dia!

22:53 - Número de mortos em Gaza chega a 714, 4600 feridos
JCNET - ONU aprova investigação contra Israel sobre ofensiva na faixa de Gaza
O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) abriu nesta quarta-feira (23) uma investigação sobre a ofensiva militar israelense em Gaza para avaliar a suspeita de que houve crimes de guerra no território palestino.
A investigação foi aprovada por 29 dos 47 países que participaram da votação, dentre eles Brasil, Rússia, China e Índia. Os Estados Unidos, principal aliado de Israel, votaram contra e 17 países, em sua maioria europeus, se abstiveram.

VEJA - Governo Dilma convoca embaixador em Israel
O Itamaraty divulgou nota nesta quarta-feira na qual considera “inaceitável” a escalada de violência entre Israel e Palestina e condena “energicamente o uso desproporcional da força por Israel na Faixa de Gaza”. O governo, que poupou o Hamas no comunicado, informou ainda que o embaixador do Brasil em Tel Aviv foi chamado a Brasília “para consultas” e que o Brasil votou a favor da resolução adotada nesta quarta pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas criando uma comissão para investigar possíveis crimes de guerra cometidos durante o conflito. Em comunicado anterior, divulgado na quinta passada, havia repreensões aos dois lados. “O governo brasileiro condena veementemente os bombardeios israelenses a Gaza, com uso desproporcional da força, que resultaram em mais de 230 palestinos mortos, muitos deles civis desarmados e crianças. Condena, igualmente, o lançamento de foguetes e morteiros de Gaza contra Israel”, dizia o texto.

GLOBO - Ofensiva israelense deixa 678 palestinos mortos em Gaza
Um bombardeio israelense matou mais cinco palestinos nesta quarta-feira (23) no norte da Faixa de Gaza. Antes, um disparo de tanque israelense matou cinco pessoas, entre elas duas crianças, no sul de Gaza, segundo os serviços de emergência.
Com essas mortes, sobe para 678 o número de mortos deixados pela ofensiva de Israel iniciada em 8 de julho, segundo indicaram as equipes de socorro.
Do lado israelense, três soldados morreram nos combates nesta quarta, elevando para 32 o número de militares mortos no conflito. O comunicado militar acrescenta que outros dois soldados ficaram gravemente feridos no território palestino, onde Israel lançou uma violenta ofensiva.

GOSPEL PRIME - O que está por trás da guerra atual em Israel
Esse já é o pior conflito entre Israel e os territórios palestinos desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Já são mais de 600 palestinos mortos, incluindo uma centena de crianças.
Como sempre ocorre no Oriente Médio, os eventos de um país não ocorrem de forma isolada. A organização terrorista extremista Estado Islâmico, também conhecida por ISIS, está infiltrada em Gaza, tendo apoiado e incentivado o Hamas a iniciar o conflito no início de julho.
Enquanto as negociações de cessar-fogo estão paralisadas, as forças israelenses estão se mobilizando para uma invasão terrestre potencial do norte e do leste. Segundo sites especializados, como o Al Monitor, o ISIS está tentando unir todas as dezenas de facções islâmicas rivais que operam na região, sob a liderança do califado, que não reconhece as fronteiras políticas.

TERRA - Israel abre aeroporto militar como saída a voos cancelados
inistro israelense dos Transportes, Yisrael Katz, anunciou nesta quarta-feira a abertura do aeroporto militar de Ovda, ao sul do país, como alternativa ao aeroporto Ben-Gurion, perto de Tel Aviv, depois que várias companhias americanas e europeias anunciaram a suspensão dos voos por motivos de segurança.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...