sexta-feira, 19 de setembro de 2014

PUTIN AMEAÇA INVADIR POLÔNIA, ROMÊNIA E PAÍSES BÁLTICOS, DIZ JORNAL ALEMÃO!

A notícia foi avançada pelo jornal alemão Suddeutsche Zeitung, que refere que a ameça foi feita por Vladimir Putin ao presidente ucraniano Petro Poroshenko, numa conversa privada, pelo telefone.

O presidente russo Vladimir Putin ameaçou invadir a Polônia, Romênia e os países bálticos numa conversa privada com o presidente ucraniano Petro Poroshenko, diz o The Telegraph. A notícia foi avançada pelo jornal alemão Suddeutsche Zeitung nesta quinta-feira e, a ser verdade, é a primeira vez que Putin ameaça invadir países membros da OTAN ou da União Europeia.

“Se eu quiser, em dois dias tenho tropas russas não só em Kiev, como em Riga [Letônia], Vilnius [Lituânia], Tallin [Estônia], Varsóvia [Polônia] e Bucareste [Romênia]“, disse alegadamente Putin ao presidente ucraniano, segundo o jornal alemão.

Caso Putin avance com as ameaças, o Reino Unido pode entrar em guerra com a Rússia, avança o Telegraph. Todos os países nomeados por Putin estão cobertos pela garantia de segurança da OTAN, que diz que “um ataque a um dos países é um ataque a todos”. No início do mês, o presidente dos Estados Unidos da América confirmou o compromisso com esta doutrina num discurso em Tallinn.

No início de setembro, Vladimir Putin também disse ao presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso que, se quisesse, poderia tomar a capital ucraniana em duas semanas, segundo o jornal italiano La Repubblica. Depois de Putin ter ameaçado divulgar a conversa toda, Durão Barroso veio a público lamentar que a conversa privada com o presidente russo tenha sido divulgada de forma “distorcida” e “fora do contexto”.

Segundo a publicação alemã, Durão Barroso ter-se-á encontrado com o presidente ucraniano Poroshenko na semana passada, onde terá surgido a divulgação sobre a ameaça decorrente das conversas que os líderes dos dois países tiveram durante o cessar-fogo. 

Além de ameaçar com a invasão de mais países, Putin alertou o presidente ucraniano para que não tenha “muita fé” na União Europeia, porque a Rússia poderia exercer a sua influência e lançar uma “minoria de bloqueio” entre os Estados membros.

Os países bálticos estão particularmente nervosos com as intenções da Rússia, mas o presidente norte-americano Barck Obama tentou tranquilizá-los com o discurso que fez em Tallinn no início do mês, dizendo que a OTAN “está com a Estônia, com a Letônia e com a Lituânia”.

A Comissão Europeia não confirmou nem negou se é verdade que Durão Barroso se reuniu com Poroshenko. “O que importa para a Comissão e para a União Europeia é contribuir para que haja uma paz duradoura, estabilidade e prosperidade na Ucrânia”, disse Pia Ahrenkilde Hansen, porta-voz da Comissão Europeia.

O presidente ucraniano Petro Poroshenko reuniu-se nesta quinta-feira com Barack Obama na Sala Oval da Casa Branca, para pedir mais assistência militar norte-americana na luta contra os rebeldes russos, segundo a Fox News.

“A imagem do presidente Poroshenko sentado na Sala Oval vai valer mais do que mil palavras – em inglês e em russo”, disse Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca.

FONTE: OBSERVADOR - http://observador.pt/2014/09/18/putin-ameaca-invadir-polonia-romenia-e-paises-balticos-diz-jornal-alemao/

3 comentários:

  1. ESSA DESIGUALDADE DE INFORMAÇÕES, NÃO CONTRIBUI NUNCA PRA A PAZ MUNDIAL.

    a SITUAÇÃO NÃO É FÁCIL, mas, existe sim uma facilidade tão profunda que se chama HUMILDADE, e isso a Europa e os EUA não estão demonstrando nenhum um pouco, com a nação RUSSA.
    Não sei dizer porque, mas tenho a impressão que esse foco é para distrair a Russia em seu próprio território, não deixando-a sair, e assim continuando a desmembrar territorialmente, mais países que não tem como se defender, vivem sempre protegidos entre aspas pelos EUA, que a cada conflito, convoca o mundo para mais uma batalha, que nunca tem fim.
    Enviam seus soldados para a guerra, la morrem, e voltam dentro de um caixão coberto com a bandeira americana, sendo recebido como heroi(morto).
    Outro dia, vendo casualmente uns videos no Youtube, onde aparecem os soldados vivos, sendo recebidos pelos seus familiares com alegria, choro, me considerei participante também deste evento tão lindo e maravilhoso e que fiquei a pensar comigo mesmo, porque os EUA fazem tanta guerra ao redor do mundo? isso me perguntei, mas até agora ainda não obtive a resposta.
    GOSTARIA QUE SEUS DIRIGENTES ME RESPONDESSEM.

    PORQUE NÃO AJUDAR, EM VEZ DE FAZER GUERRA?

    EUROPA E EUA,

    ME RESPONDAM,LIQUIDAR SERES HUMANOS COM BOMBAS, É BOM?

    ResponderExcluir
  2. Eles querem controlar a população mundial, e com 7 bilhões de cabeças é impraticável. Eles vão reduzir a população mundial:

    http://caminhoalternativo.wordpress.com

    E para quem pensar que isso é palhaçada pesquisem o que andaram praguejando por décadas canalhas com Brzezinsk, Kissinger e outros. Aldous Huxley não escreveu um livro de ficção, e sim um livro profético.

    Um dos expoentes do pensamento eurasiano, o professor Aleksandr Dugin já havia advertido que a humanidade terá que escolher de que lado lutará na guerra que se aproxima.

    Liquidar seres humanos com bomba deve ser ótimo (ao menos na visão americana), Hiroshima e Nagazaki devem ter deixado um gostinho de quero mais. Por outro lado, pode, quem sabe, melhorar as finanças de superpotências decadentes.

    ResponderExcluir
  3. SEMPRE GUERRA...para nos lembrar que presiamos sempre de paz...

    ResponderExcluir

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...