sexta-feira, 29 de julho de 2011

Tensão na Fronteira Kosovo-Sérvia

Tensão se agrava na Fronteira Kosovo - Sérvia, tropas da OTAN são atacadas, tropas de ambos os países ficam em prontidão, Sérvia diz não precisar "Ir à Guerra".

Pistoleiros desconhecidos atacaram forças de paz da OTAN no norte do Kosovo, pela segunda vez na últimas horas, segundo um comunicado da Força do Kosovo (KFOR) .

Forças de paz da OTAN foram mobilizados para o norte do Kosovo sérvio, dominado após confrontos eclodiram na área na segunda-feira seguinte a decisão das autoridades do Kosovo para enviar forças especiais da polícia da fronteira para impor uma proibição das importações da Sérvia, um movimento contrário por sérvios da região.

Na noite de quarta-feira, um grupo de várias dezenas de pessoas com máscaras, atacaram o posto na fronteira em Jarine, no norte do Kosovo com coquetéis Molotov. Os atacantes teriam abordado o ponto de verificação a partir do norte (território controlado pela Sérvia).

Não houve relatos de vítimas ou lesões.

Mais cedo nesta quarta-feira, alguns relatos da mídia dão conta de que a fronteira em Brnyak foi atacada e incendiada por um grupo de sérvios do Kosovo. Os relatórios não foram confirmados, mas KFOR disse que a segurança foi reforçada em ambas as fronteiras.

Várias horas antes do ataque do ponto de verificação em Jarine, dois helicópteros Mil Mi-171 (Hip)  transportando soldados croatas foram atacados por pistoleiros desconhecidos na área, segundo informações do Ministério da Defesa croata. Ninguém ficou ferido no ataque.

O Comandante da KFOR, o general Erhard Buehler, vem negociando com os representantes albaneses, do Kosovo e os sérvios para resolver a situação.

O presidente sérvio, Boris Tadic, condenou os ataques a forças de paz. Ele disse, no entanto, que Belgrado "não irà guerra" em resposta às tentativas de Kosovo para tomar postos de fronteira e vai utilizar apenas meios diplomáticos para resolver o conflito.

O primeiro-ministro kosovar Hashim Thaci, culpou a violência do lado sérvio.

Kosovo, que proclamou unilateralmente sua independência da Sérvia em 2008, foi reconhecida por um total de 76 dos 192 Estados membros da ONU.

Os sérvios são responsáveis ​​por até 10 por cento da população do Kosovo, tornando-se a maior comunidade não-albaneses restantes na região separatista do Kosovo após a guerra de 1998-99 de independência.



OTAN interfere no Conflito:

A Otan declarou na quinta-feira como "área militar restrita" dois postos fronteiriços de Kosovo com a Sérvia, e ameaçou usar a força letal no local depois que um grupo de pessoas da etnia sérvia queimou um dos postos e fez disparos contra tropas da aliança ocidental.

Ataques da OTAN a Sérvia na última guerra em 1999.

"Ambos os portões são declarados áreas militares restritas, e as regras de abordagem são muito claras", disse o general alemão Erhard Buehler, comandante da Otan em Kosovo, por telefone à Reuters

Na quinta-feira, soldados dos EUA controlavam o posto, buscando armas nos veículos que passavam.

Buehler, que ao ser entrevistado estava rodeado por soldados em uma ponte que separa as áreas sérvia e albanesa de Mitrovica, disse que seus soldados "podem empregar a força letal, podem empregar suas armas para se defenderem, defenderem toda a gente, defenderem a propriedade, a área militar restrita."

Antes, a polícia sérvia e as tropas da Otan haviam reforçado sua presença em ambos os lados da fronteira a fim de evitar mais incidentes.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários anônimos ou registrados estão liberados e serão moderados pelo Administrador do Blog.

Comentários envolvendo palavrões, ameaças, racismo e preconceito religioso ou sexual ou quaisquer outro tipo de ofensa, serão excluídos em respeito ao leitor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...